Linha ZX81

A linha ZX81 foi inventada por Sir Clive Sinclair, na Inglaterra, e lançada em 1981, pela Sinclair Research. Era um computador para entrar nas residências e, por isso, tinha que ser algo simples e barato.

Equipado com processador Zilog Z80, um chip lógico chamado ULA e 1Kb de memória RAM!

Bom, no Brasil tivemos alguns clones (não oficiais) do ZX81:

Pelo menos para mim, os mais comuns foram os da Microdigital. Talvez eu tenha essa impressão pois raramente eu via outros modelos naquela época.

Bom, mais detalhes sobre a linha podem ser obtidos na Wikipedia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Sinclair_ZX81

7 thoughts on “Linha ZX81

  1. Olá Branco. O TK85 também teve versão de 48kbytes Ram.
    Sobre o R-470 Ringo era totalmente compatível a nível de software, seu unico problema era que gravava somente a 2400bps(tive um) logo os outros zx81 não liam nada pois o normal é 300 bps, que ele lia bem tmb., prometeram lançar para ele um cartucho(seu bus era invetido era um conector tipo atari mas mais largo) de alta resolução, mas nunca saiu…acho que não vingou(devido a poucas vendas…). Os clones apply300 e As1000 nunca vi além das revistas…mas aparentemente o teclado do As1000 deve ser bem ruim, devido a bordas altas perto do teclado, falta ergometria.
    É bom lembrar que o tk85 é clone do Ts1500(timex sinclair1500, um dos clones licenciado da sinclair nos EUA, alem do Ts1000). E que tanto o tk85 como o cp200 se aproveitaram desta vantagem de ter uma Rom maior(que o zx81) com comando extras como o de HigSpeed…pouco conhecido e documentado!

    1. Olá Koepke!
      Poxa, achei que o TK85 só tinha 48Kb com expansão. Não era muito comum ver essa versão.
      Nossa… eu não lembrava desse Timex 1500! Que legal! Valeu por complementar a informação!

  2. Eu tive um Ringo 48k, infelizmente ele tinha um problema que depois de um tempo ligado ele bagunçava o conteúdo da memória (comandos em Basic errados, e não rodava mais nada, precisando reiniciar.
    Levei ele várias vezes na Ritas do Brasil para conserto, porém eles nunca consertaram. Fui umas 3x ate’ a fábrica com o mesmo problema.
    Em uma dessas visitas eu vi alguns cartuchos com jogos em alta resolução. Acho que até vendiam, mas eu não comprei. Um deles era tipo space invaders.
    No fim, acabei comprando um TK90x e encostando o Ringo quebrado mesmo.

    1. Poxa.. história legal (ter tido um RINGO) e triste (porque ele não funcionava direito)… mas foi uma época muito boa né? Passando então pro TK90x deve ter sido um salto mágico, cor, som e tudo mais!
      Tivemos a pouco tempo atrás uma entrevista gigante com o Ademir Carchano, criador do Ringo. Para ver, clica ali em cima no menu YOUTUBE e escolha a playlist OLDPLAYERS ENTREVISTA! 🙂
      Um abraço.

  3. Realmente o TK90x realizou vários desejos para quem passou algum tempo com os clones zx81. Alta res, redefinição de caracteres, cassette mais rápido com nomes de programas, gravação de blocos ASM, múltiplos comandos na mesma linha, etc.
    Uma curiosidade sobre o Ringo, havia uma etiqueta embaixo com o logo IBM, muito parecido com o original. Na própria fábrica desmistificaram isso dizendo que significava ‘Industria de Botões e Maquinas’ 😀

Deixe um comentário para Rogerio Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *